ACADEMIA MAÇÔNICA DE LETRAS DE MATO GROSSO DO SUL

Fundada em 13 de Maio de 1999 - Utilidade Pública Estadual - Lei nº 3.961 - CNPJ 03.615.617/0001-00

Rua São Félix, 789 - Vilas Boas - CEP 79051210 - Campo Grande - MS - amlmscg@amlms.com.br - (67) 3026-5646

LITERATURA NAS ESCOLAS

Os autores regionais, com raras exceções, são muito pouco conhecidos. É muito mais fácil uma pessoa ler uma obra de um escritor estrangeiro, ou mesmo de outro Estado, do que se interessar por um trabalho regional. Ler e conhecer a cultura regional também faz parte da nossa realidade. Como muitos sabem, aqui existem muitas coisas além da música, escultura ou pintura.

Para Antônio Alves Guimarães, ou para quem preferir, apenas Guimarães Rocha, os chamados “pacotes” impostos na atualidade contribuem para idiotizar o aluno. Isso nem sempre pelo conteúdo literário, mas principalmente pela forma fechada como são dirigidos. Guimarães ainda se pergunta onde está a pesquisa e onde estão as obras de autores sul-mato-grossenses, e lamenta pelo esquecimento dos escritores e poetas do Estado, que há muito tempo vêm contribuindo efetivamente para a Literatura, através de movimentos diversos, antigos e novos, cobrindo toda a nossa região.
Sabe-se que o professor tem um currículo básico que deve ser cumprido, mas, segundo Guimarães Rocha, isso não pode impedir que a literatura regional tenha seu espaço definido e garantido nos planejamentos. Para Rocha, a avaliação profunda dos produtos literários permitirá ao bom observador concluir que não há grande distanciamento, em essência, entre os autores locais e os de outros Estados brasileiros. O que existe, diz ele, é uma diferença de contexto cultural.
*Texto adaptado de matéria publicada no jornal “Diário da Serra” em 13 de abril de 1995, com entrevista do presidente da AMLMS Antônio Alves Guimarães (Guimarães Rocha).